Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fit, Food, Fashion and Fun

by Mariline Santos

by Mariline Santos

Fit, Food, Fashion and Fun

31
Mai17

Depressão - A doença da moda


Mariline

"As mulheres e os reformados (36,5%) são quem mais sofre de sintomas de depressão, que, em 2014, afetavam um quarto da população portuguesa com 15 ou mais anos, segundo o Inquérito Nacional de Saúde (...)" - See more at: http://www.netfarma.pt/noticia/ine-depressao-portugueses-mulheres-idosos#sthash.mlcrK9e9.dpuf

 

Bem, já que dizem que a Mariline (Praze eu!) tem a mania das modas, é claro que tinha de sofrer desta doença... (No entanto, não percebo a mania das pessoas de falarmos outros) .... Mas continuando...

Nunca escondi de ninguém, também nunca andei com uma placa colada na testa! Não é vergonha, não é ser menos ou mais que ninguém. Apenas me intitulam de depressiva... Já desde Agosto... Desde Agosto que ando medicada, mas tenho consciência que já era "refém" da depressão há já algum tempo... 

 

Parece tudo muito facil, parece que é a cabeça que comanda, e na verdade é! Comanda o corpo, comanda os pensamentos, reações, tudo! 

Já tive pessoas que amo com a doença e pedia para serem fortes, para não se deixarem render á medicação, e não percebia porque razão não conseguiam ser mais fortes do que a doença. Até que ela me bateu á porta. Só nesse momento percebi realmente o quão grave se torna. A maneira como nós consome a energia, os momentos, toda uma vida. Com 20 anos tenho depressão, com 20 anos fiquei "impedida" de viver como uma pessoa com a minha idade vive e aproveita o auge da idade.

Quando pensei que o pior já tinha passado e a medicação me tinha estabilizado, estava errada... Nenhuma fase nesta doença é fácil e esta última está a ser terrível...  Neste momento estou a fazer o desmame (para quem não sabe é a redução da dosagem da medicação de forma programada e cuidada até a dose ser nula). O primeiro mês tudo muito ok, muita indisposição, tonturas, etc., mas a energia e sentimento de alegria manteve-se... Até que esta semana a médica reduz imenso... Primeiros dois dias e já não me reconheço, começo a perder as esperanças de um dia ficar bem e começo a ter medo de uma recaída... 

Foram dois dias horríveis, dois dias a ver o mundo á roda, dois dias em que só o isolamento me faz sentir minimamente bem....

Felizmente tenho pessoas que me apoiam e sabem o que isto é. Mas o medo mantém-se...

 

E quem diria, que com todos os problemas e minusiosas críticas ao mundo cibernautico, a internet fosse o melhor sítio para desabafar...

 

Não sou mais que ninguém, não sou uma coitadinha, sou apenas um ser humano com imperfeicoes! 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Links

Sobre mim

Food

Fashion

Fit

Fun

Favoritos

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.